INFORMAÇÕES GERAIS

Clima da Guiné-Bissau
As temporadas da Guiné-Bissau são duas:
- um período de seca entre Outubro-Novembro e Maio-Junho
- um período de chuva nos meses restantes do ano
A duração das temporadas depende de factores variáveis, e portanto encontram-se anos com mais chuvas e outros com mais seca..
Em todo o caso, também a estação de “seca” tem um grau de humidade entre 60 % e 90 %.
A temperatura nunca é baixa: pode baixar até 15 – 17 °C após as chuvas em alguns momentos do dia ou da noite, mas normalmente está entre 25 e 35 ° C.
Como se vestir
O clima não requer roupas pesadas.
Para estadias em centros urbanos ou para uma fácil excursão é bom qualquer tipo de roupa de verão.
É aconselhável ter um chapéu durante o dia e óculos escuros para se proteger do sol; de noite ter mangas e calças compridas para se proteger melhor dos mosquitos.
Para caminhadas nas áreas de floresta ou não urbanizadas são recomendados sapatos bem fechados.
Melhores épocas para visitar
Geralmente não são recomendadas visitas no período chuvoso, pois, em alguns casos, pode chover continuamente por mais de um mês inteiro.
Pode ser apropriado qualquer momento da estação seca (entre outubro-novembro e maio-junho), com uma preferência para os primeiros meses (de novembro até fevereiro), quando as temperaturas e humidade são mais moderadas.
Precauções de Saúde
É obrigatória a vacinação contra a febre amarela.
Sendo uma zona húmida com a presença de mosquitos, é recomendada a profilaxia contra o paludismo (malária).
Em qualquer caso, antes de viajar é sempre bom verificar a situação do momento nos balcões do viajante na estrutura sanitária do próprio País, que geralmente tem informações sobre as precauções especiais relacionadas ao tempo.
Documentos necessários
Passaporte com visto válido para o período da visita.
Uma lista de consulados no Portugal e na Espanha, onde pode-se pedir o visto é na página Serviços > Embaixadas e consulados.
Para obter o visto online você pode ir ao endereço https://www.rgb-visa.com/Home.aspx.
Seguro de Viagem
Os serviços oferecidos pelas operadoras locais poderão não ser cobertos pelo seguro.
Portanto, é sempre aconselhável obter seguro de viagem para todo o período de permanência na Guiné-Bissau.
Voos e aeroportos
O único aeroporto internacional é o Osvaldo Vieira, em Bissau.
Com voos directos são ligados normalmente os aeroportos de Lisboa, Casablanca e Dakar, por sua vez conectados com os principais aeroportos europeus.
A frequência dos voos não é constante ao longo do tempo e também as companhias aéreas que voam para Bissau podem variar. Portanto, para conhecer os voos programados precisa sempre verificar on-line ou em agências de viagens do próprio País, ou pedir na página Contactos.
Câmbio
A Guiné-Bissau adoptou a moeda comum da África Ocidental, o franco CFA (sigla XOF), com a taxa de câmbio oficial com o Euro estável na proporção de 1 € = 655 XOF.
Há cambistas oficiais em Bissau na área próxima ao porto, com ligeiras flutuações nas taxas de câmbio a cada dia.
Não há necessidade de trocar moeda antes de chegar na Guiné-Bissau.
Note-se que quase todos os hotéis e lojas não aceitam cartões de crédito.
Horário local – Língua
A hora local é o fuso horário GMT, o mesmo do Portugal, mas sem variações no ano.
Em relação ao Portugal, a hora é a mesma no inverno, 1 hora de diferença no verão.
Em relação à Espanha, a diferencia é de 1 hora no inverno, 2 horas no verão.

A língua oficial é o Português, mas a maioria da população só fala o “criolu”.
Nos hotéis é fácil encontrar quem sabe falar o Francês e um pouco menos o Inglês.

Electricidade
A energia eléctrica é de 220 V em todo o país.
As tomadas eléctricas não são uniformes, sendo capaz de encontrar tomadas tipo o Schucko alemão ou francês, ou tomadas italianas tipo tripolar.
Plugues CEE com dois pinos como mostrado à esquerda, normalmente podem ser usados em quase todas as situações.
A lembrar que a electricidade não é fornecida com continuidade garantida 24h/24 mesmo na capital. Os hotéis têm geradores para compensar a falta de electricidade da rede, com horários no dia variáveis de hotel para hotel.
Guiné-Bissau turismo Rede Ecoturismo