PARQUE DE CACHEU – parte Sul camaleonte

base: Canchungo ou Cacheu
com: carro / barco
duração: 1 dia ou mais
período: novjun
atenção nos passeios de canoa ou a pé


Maravilhoso parque com incrível natureza (animais, aves, plantas ...) tabancas da África tradicional, Mato sagrado …

Cacheu1

 

O parque
Abrange uma área de 80.000 hectares no estuário do Rio Cacheu. Por quase 70% é coberto por manguezais e línguas de areia. É a maior área da África Ocidental que tem essas características.
O primeiro objectivo da criação do parque é a preservação e conservação do ecossistema manguezal, o que é extremamente importante para a reprodução das espécies de peixes e répteis, moluscos e crustáceos, enquanto os bancos de areia acomodarem uma alta densidade de aves aquáticas migradoras.

A vida no parque - as tradições
O outro objectivo do parque é compartilhar a gestão da área com o povo das aldeias, a fim de garantir uma segurança alimentar sustentável.
Cacheu-panoramicaPor isso, a visita do parque é também uma oportunidade para apreciar a natureza e as tradições locais.
A partir deste ponto de vista, o maior interesse é encontrado nas aldeias da região de Cobiana, que atraem muitos visitantes para os rituais com os espíritos da área.
Também interessantes são as cerimónias como o Fanado (maturidade), o Toca choro (funeral), a luta (combate tradicional). Ver a página FOLCLORE E ARTESANATO para mais explicações.

As visitas

- Animais terrestres

Passando a noite em um dos postos avançados do IBAP, ou partindo muito cedo de Canchungo ou Cacheu, você pode esperar na madrugada para a passagem de animais terrestres, como o leopardo, a hiena, ou gazelas. Embora seja sempre difícil de detectar os animais, é um pouco menos difícil no final da estação seca, quando a erva e pequena vegetação vai baixar e você tem uma maior visibilidade; por outro lado, mesmo os animais podem ver mais facilmente os visitantes e se esconder. Deve, em qualquer caso contar com os guias do Parque.

Cacheu-camaleonte

- Os pássaros e os pequenos animais
Você pode ver muitos pássaros, flamingos, gaze, pelicanos e até mesmo pequenos animais como o camaleão.
Normalmente, a possibilidade de ver mais aves não depende tanto da hora do dia, tal como da época do ano, em relação à migração. Também por esta razão, sugere-se que contar com os guias do Parque.

- Animais marinhos
Há muitas espécies marinhas: o crocodilo do Nilo, hipopótamos de água salgada, golfinhos e manatins (peixes-boi).
Sua observação é o mais difícil, porque é necessário para estacionar com barco, nas horas e locais que indicarão os guias do Parque. Quando você tiver sorte para vê-los, é uma emoção que premia as horas gastas esperando.

Cacheu-idoli2

- Tradições - Mato Sagrado
Talvez a parte mais interessante do parque é a área de Cobiana, nas aldeias de Peche, Caame, Balimbom e Benia.
O acesso não está disponível para qualquer visitante: é no coração do "Mato Sagrado" e devem seguir as regras e limitações que podem variar dependendo das circunstâncias. Concordando com antecedência conveniente você ainda será capaz de visitar os lugares santos, excepto às vezes os mais reservados.
Cacheu-idoli1São também interessantes uns pequenos locais de culto nas aldeias, com figuras esculpidas e pequenas cabanas para os antepassados.

- Andar a pé
Também interessantes são os caminhos a pé na área de Bachil Fanho, dentro da floresta. O caminho é marcado com pontos vermelhos no mapa que você pode baixar aqui. Faça o download do mapa do parque.

As áreas de Cobiana e Bachil Fanho também pode ser alcançado para quem vem da parte norte do Parque, partindo de São Domingos e atravessando o Rio Cacheu. Ver também a página AS TARRAFES DO RIO CACHEU.

Como chegar, onde ficar e comer
O acesso ao parque é muito fácil.
Existe uma estrada alcatroada que permite a viagem de Bissau até Cacheu em menos de 2 horas.
Tanto em Cacheu que em Canchungo existem hotéis e restaurantes, todos de nível simples e modesto.
Pode ser interessante fazer uma visita ao Parque em conjunto com o Festival de Cacheu (ver página FESTIVAL DE GASTRONOMIA).

PARA RESERVAR: ligar ou escrever ao endereço indicado na página CONTACTOS