GUILEDJE Guiledje cannone

Zona: extremo sul
com: carro
duração: 1 ou 2 horas
período: todo o ano
a ser combinado com a visita a Cantanhez


O museu da independência da Guiné-Bissau, nos antigos quartéis do Exército Português.

Guiledje plastico

O Museu de Guieldje encontra-se ao longo da estrada que leva ao Cantanhez, a cerca de 30 km antes de chegar ao centro do parque.
O Museu de Guieldje encontra-se ao longo da estrada que leva ao Cantanhez, a cerca de 30 km antes de chegar ao centro do parque.
Foi inaugurado em março de 2013 e está localizado nos edifícios onde, durante o período colonial, estava o quartel geral Português.
É composto por dois edifícios, um dos quais contém relíquias de guerra do exército Português e das forças de libertação, enquanto o outro mostra o ecossistema, a vida e a cultura dos diversos grupos étnicos que moram no sul.

Fora dos dois edifícios estão expostas armas de fogo e outras armas pesadas utilizadas durante a guerra da independência.
Também foi reconstruída a capela.

Guiledje mascheraDe particular interesse é o primeiro edifício, onde está uma exposição de armas, munições, rádios, uniformes, documentos, fotos, mapas, textos, vídeos e cartas pessoais dos protagonistas com a reconstrução plástica do distrito nos últimos confrontos.

É interessante ouvir contar os eventos directamente da voz dum dos guardiões do museu, um ex-combatente: entende-se por sua história como a conquista daquele quartel, estratégica para os Portugueses por causa da sua localização perto da fronteira com a Guiné Conakry, mudou a sorte da guerra a favor da Guiné e determinou o início da independência do País.
Por isso Guiledje é considerado o berço da nacionalidade guineense.

A visita pode ser realizada em uma hora, ou em duas se você quiser aprofundar os seus conhecimentos.
Ficando na estrada para o parque de Cantanhez é mais aconselhável fazer esta visita na ida ou na volta da visita do Parque.